Mensagem do dia:

Mas se me pedissem para apontar um pré-requisito importante para todos os guerreiros de sucesso, responderia que é a sua capacidade extraordinária para lidar com o estresse simultâneo e acumulado.


quarta-feira, 26 de outubro de 2011

PM salva a vida do parceiro e é preso por comandante do Batalhão

Imagine um cenário onde você é um policial que averigua uma denúncia numa favela e ao se deparar com criminoso, o mesmo foge entre vielas você reconhece o marginal, que já é famoso por atrocidades contra a sociedade, ao alcançá-lo vocês entram em luta corporal e você desequilibra e cai seu companheiro tenta deter a fuga, mas, no entanto em um bote rápido o criminoso tenta se apoderar da pistola de seu amigo, você se levanta e grita com marginal para larga a arma, ao repetir os gritos de advertência a arma dispara ferindo a mão do seu amigo. Breve observação: Seu amigo é pai de família e conhecido por trabalhar muito em defesa da sociedade e do outro lado um marginal perigoso, disposto a matar e lutar até as últimas consequências para fugir.  Nesse momento você tem de um a três segundos para decidir o que fazer, seu amigo ferido e vendo a eminência da morte grita desesperado, “Atira! Atira!”.
Agora vou fazer uma pergunta: O que você faria? O que o Delegado faria? O que o Promotor faria? O que o Juiz faria? O que o Coronel comandante deste militar faria?

Essa história aconteceu na cidade de Muriaé-MG, no dia 05 de outubro 2011, com exceção da grande maioria que está lendo esse texto, todos esses personagens que foram mencionados estiveram no local do ocorrido depois do fato, e quase todos atirariam no marginal para salvar a vida do amigo, conclusão essa tirada por atitudes de cada um. O Delegado entendendo que o estrito cumprimento do dever legal e legítima defesa de terceiro seria o suficiente para não prender o militar, o Promotor tendo o mesmo entendimento não apresentou denúncia, o Juiz deferiu um Habeas Corpus para dar liberdade ao herói que foi preso por seu comandante por ter salvado a vida de seu amigo, por ter sido obrigado tirar um mal da sociedade de forma traumática, esse policial que deveria ter sido recebido como um herói por seu comandante e seus familiares e até mesmo por familiares de seu amigo, foi preso por um comandante que no meio dessas autoridades mencionadas, deve ser o único que deixaria o amigo morrer na mão do marginal, que mesmo com um único tiro e com testemunhas idôneas que confirmaram a história, esse prezado comandante prende um herói, privando o direito de ir e vir e de explicar a sua esposa, pais e filhos o que aconteceu, e que fez a coisa certa e por isso estava vivo e livre.

Nota do Blog: Sem querer fazer críticas ao militarismo existe instrumentos nesse meio que não dá pra compreender como ainda sobrevivem ao fim da ditadura militar, como a prisões administrativas, detenções, transferências e até mesmo castigos físicos que ainda são realidade nos quartéis de todas as forças militares do Brasil.



Como policial e cidadão gostaria de parabenizar o Cabo Mario, por ser herói e ter coragem de agir com presteza e atitude ao deparar com perigo e desejo força e paciência para suportar as covardias.
Parabéns Cabo Mario!!! 

Mais informações da ocorrência no link:

http://www.interligadonline.com/2011/10/05/perseguicao-e-morte-no-aeroporto/

8 comentários:

  1. Parabéns cabo independente do q diz o imbecil do seu comandante saiba q vc tem o apoio e a consideração de seus colegas de farda que entendem o dia a dia do policial que esta na rua no serviço fim e não atras de um biró com ar-condicionado no cu e tomando cafezinho, muito embora infelizmente o sistema olhe para eles como os verdadeiros trabalhadores nos sabemos a verdade

    ResponderExcluir
  2. Cabo policia,comandante poliça!!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns ao CABO PMMG.

    PM's e BM's, já passou da hora de mobilizarmos e dar um basta nesse militarismo (limita-rismo), unificação das policias.

    ResponderExcluir
  4. postem o nome deste comandante.....

    atitude erronia,punir sem dar chances de ampla defesa e alem do mais feriu o principio do contraditorio,já que a verdadeira autoridade,é o juiz.....se o juiz entendeu que nao houve crime,porque o cabo foi preso?

    cabo,assim que o sair dessa,processe este comandante,arranque a unica que nos praças podemos arrancar desses sistema hipocrita,DINHEIRO DELE.....processe e peça o maximo possivel...ele aprenderá a agir corretamente...

    ResponderExcluir
  5. a sociedade não precisa de uma policia militar,precisa de um policial bem preparado bem pago e livre de abusos que o militarismo impõe,gritemos juntos pelo fim da ditadura dentro da policia.

    ResponderExcluir
  6. Parabens ao Cb, no lugar dele teria feito a mesma coisa!!

    ResponderExcluir
  7. Vc's estão mirando no alvo errado, o comandante cumpriu a legislação interna da PM, a norma é prender em flagrante e deixar o miitar à disposição da justiça até que se confirme a idoneididade da ação e o autor do homicidio ( que posteriormente será relevado frente ao excludente de ilicitude) liberado... É uma forma de se mostrar para a sociedade que a ação foi legítima, não concordo muito, mas não tenho ideias de outro tramite que atinja o mesmo objetivo sem constrager o militar =/

    ResponderExcluir
  8. quem era para ser preso era o cmt por abuso de autoridade.

    ResponderExcluir